22 de setembro de 2008

"Jamais existirá uma pessoa que possua algo além dos seus próprios pensamentos.
Nem as pessoas, nem os lugares, nem as coisas, podem ser possuídos por muito tempo.
Percorremos um troço do caminho com eles, mas, mais cedo ou mais tarde, todos teremos de tomar posse dos nossos verdadeiros bens - as nossas experiências de vida e pensamentos - e seguir caminho por solitárias veredas"
Richard Bach

14 comentários:

Lisa disse...

É verdade, amiga, mas prefiro acreditar, que para além dos meus pensamentos, das minhas experiências, caminho acompanhada e de preferência, com muita gente.
Só assim me sinto feliz.

Beijinho especial para ti amiga.

Lisa

Sónia Pessoa disse...

Bonitas palavras... posso levá-las comigo para o meu cantinho?
joquinhas

Cristina Arriaga disse...

Lisa,
De Richard Bach sempre retirei apenas uma parte; adoro como escreve mas é uma escrita muito solitária... Aqui são essencialmente os pontos que referiste.
Beijinho grande
CA

Cristina Arriaga disse...

Sónia,
Claro que podes!!!!
Beijinho
CA

Cátia disse...

Querida,

No final do caminho fica a caminhada, nao é verdade? Mas como se faz o caminho é que está a essencia.... Porque poderemos sempre aproveitar para aprender com as experiencias do caminhar dos outros. Apesar de nada nem ninguem possa ser possuido por muito tempo, pode-se aproveitar esse tempo para crescer.

Beijinho para ti amiga querida

Lia disse...

Olá CrisA.,
pensei que tinhas fechada as portas...ainda bem que te encontro por aqui;0)gosto de te ler!gostei muito da mensagem de Richard Bach...(é hoje, o meu estado de alma ):0((estou como a Sónia...se me permites levo-o para o meu cantinho?!faço remissão para o teu blog!Adorei!Beijinhos fico feliz por te sentir por aqui;0)))
Beijinho cheio de luz.

Cristina Arriaga disse...

Cátia,
Como gosto das tuas conclusões sempre sábias e sensatas.
A essência! A essência é das maiores realidades em que nos deveriamos concentrar sempre, e sempre mais.
Beijinho grande
CA

Cristina Arriaga disse...

Lia,
É sempre uma grande honra ter-te por aqui! E cá estarei, sempre, para te receber!
Podes levar - permissão mais do que concedida!!!
Beijinho
CA

Lisa disse...

Amiga, passo para te deixar um beijinho.

A musica do teu cantinho é uma delícia!!!

Lisa

Cristina Arriaga disse...

Obrigada pelo teu beijinho, Lisa.
CA

Brancamar disse...

Olá Cris,

Trouxeste um autor que não leio há muito, mas do qual já li práticamente tudo, ou o principal por altura dos meus 30 anos ou pouco mais, portanto há 20 anos. Quem não conhece Fernão Capelo Gaivota? Talvez o livro mais conhecido de todos, também aí Fernão, sendo uma gaivota diferente arriscou caminhos solitários, aventuras diferentes, mas voltou mais rico e mais forte, digamos que não se acomodou. Depois outro livro pequenino dele que se lê muito bem "Não há longe, nem distância" uma bonita mensagem de amor e amizade, que nos diz como no mais completo silêncio podes ter os que amas sempre contigo e a partir daí há muitos outros, como "Um", uma rede complexa de caminhos e de vidas diferentes que poderias viver se tivesses feito opções diversas a determinada altura da tua vida.
Há quem compare Richard Bach a Saint-Éxupery, autor do "Principezinho". Tem mensagens muito ricas que vão muito para além deste contexto isolado e que são muito interessantes de ler e reflectir.
Obrigada por mo recordares, quem sabe voltarei a esta leitura.
Beijinhos
Branca

Cristina Arriaga disse...

Olá Branca,
Também a mim não me escapou um único livro deste autor. Magnifico! E confesso-lhe que "Um" e "Não há Longe nem Distância" já li duas vezes!! É uma escrita intemporal e inesquecivel... Fico contente por ter trazido boas memórias à Branca!
Beijinho grande
CA

Lia disse...

Bom dia Cris A,
passei,para deixar beijinhos e agradecer o carinho...vou colocar a mensagem hoje ainda(o tempo tem sido pouquinho)ando sempre a correr!
Passarei com mais calma;0)
Beijinhos e um óptimo dia.
Beijinho à tua Princesa,0)(tem um sorriso lindo e iluminado)

Cristina Arriaga disse...

Lia,
Obrigada.
(a correr - já somos duas!)
Beijinho
CA